• (87) 3866-2246

29

Apesar da crise econômica e das 7,6 mil demissões em São José dos Campos neste ano, pelo menos três profissões estão em alta na cidade – técnico de enfermagem, professor de educação física e alimentador de produção. Juntas, elas ofereceram 278 oportunidades de trabalho de janeiro a maio.

A informação é do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). No período foram abertas 57 vagas para alimentador de produção. As vagas de professor de educação física somaram 114 oportunidades e para técnico de enfermagem 107 vagas. Os salários variam, em média, de R$ 1 mil a R$ 1,7 mil.

Para Ângela Lima, especialista em recursos humanos, algumas oportunidades são de momento, como as de técnico de enfermagem. Em São José, um dos fatores que contribuiu para o boom foi expansão do hospital Vivalle, no Urbanova, que gerou dezenas de novas vagas neste ano – parcela ainda estão abertas.

Uma das vagas foi conquistada pela técnica de enfermagem Zulmira Andréa. “Estou feliz, estava precisando e gosto daqui. O mercado de enfermagem na região é bom”, disse.

Segundo Ana Paula Tertuliano, coordenadora de RH do hospital, a rotatividade também movimenta o setor. “Nós contratamos 65 profissionais e ainda temos vagas em aberto. A rotatividade também movimenta bastante esse mercado”, afirmou.

Recomendação

Segundo a especialista, o importante para os desempregados é não desanimar e se qualificar para buscar uma recolocação. “Nessa época de recessão, os profissionais que quiserem se reenquadrar têm que se qualificar. Por isso as pessoas estão estudando e a oferta é de candidatos para as vagas é melhor, por isso se preenche mais rápido as oportunidades que aparecem”, disse Ângela.

Para quem já conseguiu a vaga, o importante é não parar de estudar. “Quero me formar, fazer curso superior de enfermagem. Vaga para trabalhar sempre tem”, concluiu a técnica Zulmira.

Taubaté

Em Taubaté, a maior quantidade de novas vagas foi para professores do ensino médio e fundamental, com 205 contratações, depois o cargo de montador de estruturas metálicas, seguido pela função de faxineiro.

Fonte: G1 Vale do Paraíba e Região